quarta-feira, 21 de julho de 2010

Paradoxal

A frase: "Um homem não entra duas vezes no mesmo rio.
Da segunda vez não é o mesmo homem nem o mesmo rio"
(Heráclito de Éfeso)

Paradoxos máximos: fogo e água; perder pra encontrar; doer pra então sarar; amar o outro pra ser um só; desejar e lutar e correr e não descansar pra então se ver cercado de paz e tempo. Foi assim e hoje posso falar na primeira pessoa do singular embora não tenha feito tudo sozinha: lutei, chorei, sangrei, sofri, desejei, corri, senti minhas dores atrozes, perdi até o rumo da minha própria alma e agora o que vejo em volta é a coroação da glória do voltar pra mim. Vamo que vamo que eu tô de volta. Visitarei cada uma das fofulências que me deixaram beijinhos e carinhos enquanto estive fora e por hora é só: tudo e mais um tanto de inspiração.

5 comentários:

Guará Matos disse...

Que bom você voltou e poder ficar de novo junto aos seus admiradores, que bom mesmo.
Bjs.

Mari disse...

E viva você de volta Belle querida!
Um beijo

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Sinceramente.Parabéns pela volta magnifica, trinfual. Gostei muito do texto. E esse texto do lado esquerdo também é sensacional. Beijão

Bibi disse...

O melhor é que na sua dor e no seu renascer você me inspira e assim a gente continua a caminhar: eu daqui e você de lá, mas com força somada :)

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Sua escrivaninha tem um esmero de encher os olhos de qualquer cristão...