quarta-feira, 16 de junho de 2010

again

"Nada mais continua. Tudo vai recomeçar. E sem nenhuma lembrança das outras vezes perdidas"

(Mário Quintana)

Como quem recebe flores, como quem percorre o terreno dos sonhos, como quem crê no invisível, aguardarei um tanto mais. Enquanto houver força em meus braços esperarei pelo abraço forte que resgatará a energia imortalizada em nós. Enquanto esperar, esquecerei as friezas que visitaram teus olhos e das agruras que quase minaram tua fé. Deter-me-ei ante teu rosto suave, límpido, pleno de luz como quem recebe um magnífico presente. Teus braços erguidos diante de mim dirão imóveis que me queres e que olhavas o horizonte pedindo pra eu chegar. Enquanto não chega o dia, clama fortemente para que haja luz suficiente nas mudanças que se avizinham e que haja terra sob nossos pés e que queiramos caminhar lado a lado. Depois de ver meus olhos rasos aguardes um tanto mais e não te apresses muito o passo na minha direção. Quero te olhar de longe, saber do teu sorriso farto, do brilho dos teus olhos, do milagre e da grandeza de poder recomeçar.

5 comentários:

Guará Matos disse...

Recuperar, renascer, reviver e seguir em frente!
Bjs.

ErikaH Azzevedo disse...

Esse caminhar tanto feito de recomeçares hein...e a a teus pés sempre os sentimentos mais bonitos, esperança, fé, força no prosseguuri..que te seja sempre sol menina, sempre chama acessa assim, para si mesma...promessa de vida a cada raiar do dia.

" E a vida não é desistir sem mais nada, a vida não é dia sim , dia não, é feita em cada entrega alucinada, pra receber daquilo que aumenta o coração"

A imagem magicamente me lembrou essa musica da Mafalda Veiga minha menina, deixo aqui pra se quiseres ouvir.

http://www.youtube.com/watch?v=y6raRduUhaw

Bjinhos de quem te gosta por te sentir mesmo de longe assim.

Erikah

Isaac Melo disse...

Belle, Belle!

Recomeçar, taí verbo danado.
Nunca é fácil, porém, às vezes, se faz necessário.

Abraços!

Cris . disse...

adorei o Blog,
prometo voltar com mais tempo e ler tudo,
otimos textos,
aguardo um visitnha sua tbM :)
*-*

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Todas as manhãs, volto ao mar de nós que deixei um dia.
Eu piso em cima dos passos que ele deixou na areia, para garantir que eles não se apaguem.


Beijos